UOL
No mundo da Lua ... - UOL Blog

No mundo da Lua ...


19/01/2008


Então a princesa  Fiona

Encontrou o Ogro dos seus sonhos :

Seu amado Sherek.

No desenho, ela  que é uma linda princesa que mora

em um enorme e pomposo castelo .

Abre mão não,somente dos bens materiais,

do conforto e do luxo que tinha ...

mas também da beleza !

Casa-se com o seu Ogro e

Ficam felizes para sempre !!

 

Então sem querer,

Somos Ogros e princesas

Ou vice-versa !

 

Olhamos nosso Ogro e resolvemos

que ele é tudo o que sonhamos !

Casamos com ele ...e

Na luta diária , descobrimos que lá no pântano

Não podemos construir a piscina,

Ahhhh , não faz mal !

Percebemos que pagamos luz , água , IPTU,Ipseiláoquê ...

O nosso Ogro, sai todos os dias para trabalhar ...

Até que resolvermos que vamos  trabalhar também e ajudar a

construir o nosso castelo lá no pântano.

Economias daqui , juras de amor  dali ...

O castelo prontinho , reluzente .

 

Deitadinhos na rede conversando :

Fiona diz :- pois é ....se não fosse eu a supervisionar ....

Isso não estaria pronto nunca !

 

O Ogro fica pensativo e diz :

- mas meu bem , precisei trabalhar e seus horários

sempre foram mais flexíveis que os meus !

 

Silêncio absoluto

 

Fiona sentia-se mais  dona do castelo que o Ogro .

Porque na concepção dela

Ficou mais tempo supervisionando .

 

Talvez devessem ter conversado antes

E quem sabe ter feito uma “tabela” de honorários ...

Eles estavam disputando um bem material

que ambos conquistaram ...

não importa quem tomou conta do que !!!

Às vezes a disputa torna-se tão acirrada que vão aos tribunais ...

Para que um juiz decida de quem é o castelinho

do pântano

 

E o amor ?

 

Sem palavras...

 

Um dia eu construí um castelo em um pântano qualquer

E abri mão dele com a mesma facilidade

Com que ajudei a construir ...

 

Hoje tenho meu próprio castelo ...

Tudo bem que sem o Ogro  ...rs

 

As pessoas tem que entender que um castelo no pântano

Que uma demonstração de amor

quando se deixa uma vida inteira somente para estar

na companhia do outro !

por amor...

Vale mais que todos os castelinhos

Que o dinheiro possa comprar !!!

 

Então quando começar a construir o castelo .

Temos que estar ciente de que é o “nosso” sonho

E não há dinheiro que pague !!

 

O que eu faria com meu castelo lindo

Sem o meu grande amor : o Ogro ?

 

Nada nesse planeta tem preço !!

Nada deve ter códigos de barras

Se fosse assim :

Eu quero urgente um lindo braço masculino esquerdo

de aproximadamente 27 anos

E darei por ele : o meu castelo !!!

 

Não há o que pague um sorriso,

Um afago ,um carinho

Uma promessa de amor...eterno !!

 

 

 

Beijocas ... lindo final de semana !!     Lua

Escrito por Lua às 15h47
[ ] [ envie esta mensagem ]

18/01/2008


Onde eu morava anteriormente

Tinha campos até se perder de vista !

Uma porteira grande

Que de verdade para nada servia , já que entrava por ali

quem bem entendesse !

A delícia de ter a porteira era pintá-la cada época de uma cor ...

Adorávamos isso !

 

As casas eram simples com  pequenas janelas

E também pequenas portas .

Nos sentíamos confortáveis ali .

 

Todos daquele lugar plantava algo e sempre tínhamos

O que trocar com outra família.

Papai plantava hortaliças , talvez por isso o meu vício por alface !

 

Quando nasciam as filhas, as famílias os prometiam

aos filhos de outras famílias ...

Mas , não era regra rígida ! Nenhuma moça ou rapaz se casaria

com quem não tivesse amor sincero .

 

Então fui prometida ao Cris.

Crescemos juntos , fizemos muitas artes,

Muita bagunça juntos ....

E nos amamos desde então ...

Sempre que Cris pensava em algo eu sabia pelo cheiro do corpo dele.

 

Então, chegada a hora da nossa união .

Que aqui nesse planeta chama-se casamento .

Lá quem preside a união é a moça .

Na beira de uma cachoeira,

Ambos vestidos de branco , eu trazia nas mãos um imenso bouquet de margaridas .

Nos ajoelhamos ...com olhos baixos em prece .

 

Invoquei  ali que o Deus nosso Senhor

Assim como nosso Divino mestre ,

Naquele momento especial,

Nos abençoasse e trouxesse ao nosso lar

Toda fartura, carinho e amor

Que ambos merecêssemos .

 

Então com as flores fiz ali mesmo uma coroa

E a coloquei na cabeça de Cris,

Assim ele fez para mim ...

 

Nossos anéis estavam em um recipiente translúcido

E tinha em letras grandes nossos nomes.

Levantei-me as lavei na água da cachoeira

E disse :

- Cris ...que em nenhum momento de nossa existência

alguma coisa nos separe !

E coloquei a aliança no dedo dele .

 

Ele pegando a outra aliança ,

Lavou-a na cachoeira

Ajoelhou-se dizendo :

- Clarinha em qualquer lugar desse universo em que você estiver ....

estarei !

 

 

continuando ....

Escrito por Lua às 21h16
[ ] [ envie esta mensagem ]

continuando ...

Alguns anos depois,

Nosso mestre nos chamou dizendo que tínhamos uma missão

Em algum lugar que ainda não conhecíamos ...

 

Meu coração apertou de dor ...

 

- Mestre , iremos juntos ?

 

- Sim...talvez antes ou depois ....mas estarão lá !

 

Senti uma vontade enorme de chorar ....

Mas eu cria em meu mestre e Ele em mim ,

Não poderia desapontá-lo !

 

Cris olhava o chão o tempo todo .

 

- Mestre, como nos reconheceremos ?

Eu serei Clara e ele Cris ?

 

-Não , meus filhos, mas certamente se cruzarão ...

E como eu o reconhecerei e ele a mim ?

 

Quando os olhos se olharem verão as almas ....

Então terão certeza !

 

Previnam-se contra a luxúria, inveja, e a falta de fé

desse planeta .

 

Eu te amo pode querer dizer : quero prazer com você !

Ou conquistar vantagens financeiras, sociais ...

E tão somente isso !

 

Lembrem-se sempre de olhar nos olhos ...

Para que não se percam !

 

É um planeta fútil, onde quem tem melhor posição social

“aparentemente” é mais feliz !!

 

Por isso escolhi vocês

Pelo enorme amor que sei que nutrem um pelo outro !

 

As lágrimas desceram dos meus olhos e de Cris ...

-  Perdoa Mestre , temo fracassar !

Preciso de todas bênçãos que puder nos dar .

 

- As terá, tenha fé !

 

Desde então temos nos procurado !

Às vezes tenho medo

De fracassar!

 

No meu planeta a idade biológica não é como aqui,

Aqui é muito rápido, já tenho meio século,

E ainda olho para os lados buscando meu Cris ...

E acreditando que o meu Mestre

Não o tenha separado de mim ...

Para que eu aprenda o significado do “desapego” !

 

Eu prometo que vou ler essa lição novamente quando voltar .

 

Sinto saudades do meu campo ...

das minhas margaridas, das hortaliças do papai,

Do sol que nasce silencioso e calmo ...

Até da porteira que eu ajudei a pintar de azul clarinho ...

 

Penso muito em meu Cris ....

Mas a saudade que sinto do meu campo

Me faz pensar muito, e  esperar

ansiosamente que meu Mestre me avise

Que minha missão terminou !!!

 

 

beijocas ....     Lua

 

 

 

 

 

Escrito por Lua às 21h13
[ ] [ envie esta mensagem ]

17/01/2008


Não sei bem quando foi,

mas eu escrevi sobre esse assunto aqui

Que até para ser feliz, temos que ser infelizes !

Porém ,poucas pessoas

Tem coragem de optar pelo sofrimento ...

Para atingir a plenitude !

 

Preferem sonhar ...

Fingir que são felizes, em troca de migalhas de atenção .

 

As vezes dá tanto trabalho ser feliz !

Que é mais conveniente

fazer de conta ...

fingir que não ouviu, que não sentiu,

que não sofreu !

Viver a margem de um relacionamento fantasma .

Ou aceitar passivamente o que for oferecido ...

Sem questionar !

 

Tenho natureza rebelde !

Nasci para ser feliz, completamente !

E jamais aceitaria as migalhas que caem sob a mesa !

 

Por isso, sou selvagem !

Assim sou feliz ...eternamente.

 

 

 

beijocas ....     Lua

Escrito por Lua às 11h35
[ ] [ envie esta mensagem ]

16/01/2008


A flor  que eu mais admiro

é a margarida .

Em conjunto com as flores do campo

formam o colorido mais

singelo do mundo !

 

A margarida, ao contrário de outras flores

não se desespera com a morte !

Não perde as pétalas ...

Somente entristece !!

 

Em breve,  pretendo  retornar a minha vida selvagem

E lá vou ter em todos os cantos

onde puder plantar ,

as flores que julgo dignas .

e que me trarão  colorido à   vida !

 

Sei , que lá estarei sozinha ...

Afinal selvagens não dividem a toca  .

Então as flores me farão

acreditar que eu sou normal !!

que tenho sentimentos como as demais pessoas,

que sou inocente e acredito  sempre ,

que sou generosa ...e que um dia vou esquecer !!!

 

Mas, felizmente mesmo que eu volte a acreditar nisso,

não correrei mais riscos

de desilusões, traições e mentiras ...

 

Porque estarei inatingível e protegida na toca !!!

 

 

 

beijocas ....   Lua

Escrito por Lua às 20h51
[ ] [ envie esta mensagem ]

13/01/2008


Hoje eu acordei com jeitinho de

Quem não ia sair da cama,

fiz minhas orações

de novo

Porque as vezes a noite

Eu durmo e sempre

Fico na dúvida se pedi por esse ou aquele .

 

Então quando pedi a Deus para proteger o meu filho

que não estava em casa .

Senti tanta saudade

do meu  bebê loirinho ....

que chorava demais,mas estava sempre por ali .

 

 

 

Essa semana ele completou 29 anos ...

E fico sabendo dele,

quando está em casa implicando  com um ou com outro !

Se está namorando ?

como saber né ? nem posso perguntar

não é da minha conta !

As vezes vejo as fotos novas no orkut

E vejo como ele é lindo !

Mas inatingível !

Cresceu  e não faz mais parte da minha estória ....

 

 

Talvez ainda me ame, afinal amor não acaba como

se apaga a luz !

Espero que não derreta como a vela !!

 

Mas amor se demonstra e constrói todos os dias ...

e isso ele vai aprender quando

for mais velho  e experiente !

Então quem sabe ...

vai lembrar de mim com saudades !

das minhas bobagens ,

das minhas farras , das surpresas ...

das nossas poucas risadas juntos .

De quantas vezes  eu o protegi da tirania,

e fui conivente com ele !!

Por amor , e ele sabia  !

 

Mas ainda assim ...sinto saudades do meu bebê !

 

 

beijocas, especiais a todas as mães, que hoje, não sabem

ao certo onde foi parar o seu bebê !!!

 

 

Lua

Escrito por Lua às 21h34
[ ] [ envie esta mensagem ]

Perfil



Meu perfil
BRASIL, Mulher, de 46 a 55 anos, Portuguese, English, Animais, Casa e jardim


Histórico